E quando nós pensamos que o nosso quarto de banho não tem solução…

E quando nós pensamos que o nosso quarto de banho não tem solução…

Cá estamos de volta depois de uma pequena pausa. Ui! Foram uns dias excelentes e absolutamente necessários para parar um pouco, cuidar de nós e colocar muitas ideias no lugar. De há um ano para cá a nossa vida mudou muito e já estávamos a precisar de “fechar para balanço”, retocar planos e redefinir metas… mas, sobre isso, vos falaremos muito em breve.
Agora, outro assunto: recordam-se que este mês ficámos de organizar não só os quartos de banho como também as varandas, que ficaram por fazer no mês passado?
Pois é, algo nos dizia que as varandas teriam que esperar… afinal, resolvemos primeiro mandar arranjar e pintar todo o exterior da casa, limpar o telhado e substituir algumas telhas partidas,… Se há obra que deve ser feita no verão, é esta! E está a ser feita. Por estes dias, quem por aqui passa, pode ver uns quantos homens pendurados em cordas a subir e a descer do telhado, a lavar, a cimentar e a pintar a fachada. Janelas e varandas estão um nojo! Por isso, a organização destas continuará no plano teórico e a dos wc’s vai ser iniciada já no próximo fim-de-semana.

Assim sendo, fui recuperar imagens de um dos quartos de banho da Impact House – nunca vos chegámos a mostrar como ficaram –, como exemplo de um espaço em muito mau estado que, com pouco investimento, ganhou uma imagem completamente nova, simples, mas bem bonita.

Este era o aspeto inicial:

Tudo sujo, tudo velho, tudo datado, madeiras a precisar de restauro e tubos por todo o lado… incluindo no teto.

E eis como ficou, depois de uma pintura geral e novos objetos decorativos:

Cestinhos de vime na parede pintada de branco, fazem as vezes de uma prateleira; Ao lado da sanita, num cesto bem giro (da Casa), organizam-se os rolos de papel higiénico; Os tubos de canalização foram assumidamente pintados de verde muito escuro.

Um espaço como este, branco e com pouca luz, pode tornar-se monótono e sem graça, por isso, as plantas são um elemento essencial. Conferem cor, textura, frescura, tranquilidade e conforto.

E, agora, o teto:

Apesar de ter sido pintado, continuava pouco bonito, com mais tubos à vista e um revestimento feioso. A solução foi conferir-lhe alguma graça e leveza. Cobrimo-lo com rede de camuflagem branca e, à semelhança do que foi feito nos quartos, dele pende uma luminária original, esta, feita a partir de uma forma de bolo (recordo que ecologia e reciclagem tem tudo a ver com o espírito deste hostel). Para cortar o “gelo” deste espaço (com pouca luz) a ideia era conferir-lhe também alguma naturalidade com a rede no teto, o abajur em forma de flor e uma ou duas plantas naturais. O toalheiro em bambu (da Leroy Merlin) e o tapete de madeira contribuem para este look muito natural.

ATENÇÃO! DIY

O abajur foi facílimo de fazer! Comprámos cabo com revestimento têxtil preto e um casquilho. Com um berbequim e uma craniana com a medida do casquilho, abrimos um buraco no fundo da forma. Ligámos o cabo ao casquilho, colocámos o casquilho na forma e apertámos a rosca por dentro. Depois, foi só fazer a ligação no teto (nem tão fácil assim por causa da rede, que tem que ser colocada primeiro).

E assim ficou este quarto de banho:

Uma renovação de custo muito baixo e tão, mas tão, charmosa!
Espero que tenham gostado e que alguma destas ideias, senão todas, vos possa servir de inspiração.

Por hoje é isto… bejufas e abraçucas,
Carlota

Sem comentários

Publicar Comentário