Como substituir o ralo do lavatório

Como substituir o ralo do lavatório

Na nossa casa, e tenho a certeza que em muitas (para não dizer todas), há sempre pequenas coisas que tendemos a deixar passar, de tanto nos habituarmos a vê-las. De volta do quarto de banho, dei conta do ralo do lavatório, com mau aspeto há já tempo a mais. A tampa já não existia, soltou-se da corrente e desapareceu e o parafuso que o aperta estava para lá de enferrujado.
Nesta senda de organizar os quartos de banho cá de casa, achei que substituir este ralo, e respetiva tampa, tinha que ser uma das tarefas prioritárias. Comprei, então, um kit de válvula para lavatório (que já vinha com uma tampa de borracha), uma tampa cromada (mais bonita que a de borracha), um kit de corrente e meti mãos à obra.

Como foi a primeira vez que fiz este trabalho – sem saber muito bem como se faria e na expetativa do que sairia daqui –, julgo que se justifica partilhar esta experiência. Podem dizer que é básico – e é – mas, como eu, haverá por aí muita gente que também nunca trocou uma destas vávulas e agradecerá umas instruções, passo a passo. Por isso, cá vão! 

Como substituir o ralo do lavatório

Este era o estado da situação:

Antes de mais, para executar esta tarefa, libertei todo o espaço por baixo do lavatório e coloquei uma bacia, pois há sempre água que cai do sifão (e nunca se sabe quando uma pequena distração nos faz abrir uma torneira, com a tubagem retirada).

Em seguida,  desapertei o parafuso. Ou melhor, com este completamente desfeito, desparafusá-lo foi missão impossível, por isso segurei-o com um alicate enquanto desenrosquei a peça por baixo do lavatório – uma pequena ginástica. Desencaixei-a do sifão e descartei-a.

Aproveitei para limpar bem a zona do ralo.

E coloquei as novas peças – o corpo de plástico por baixo e a grelha por cima – aparafusando-as.

Em seguida, encaixei o sifão e respectiva borracha no corpo de plástico e voltei a apertar tudo muito bem, garantindo que não havia quaisquer fugas de água. Ah! E aproveitei para limpar o sifão.

Ficou impecável!

Depois, dediquei-me à tampa e à corrente.

Retirei a corrente velha abrindo o triângulo preso à torneira.

Cortei a nova corrente com a mesma medida da antiga. Se não tiverem um alicate, até com uma tesoura se corta bem. Encaixei a primeira pérola da corrente num terminal (pela abertura redonda) e fiz deslizar a corrente até ficar presa na zona mais apertada. Depois, coloquei o terminal no triângulo e este de novo na torneira.

Fiz o mesmo na outra ponta da corrente mas, desta vez, o triângulo aperta-se à nova tampa.

E pronto, feito!

Ainda limpei bem a torneira com um produto de limpeza de metais, puxei o lustro e ficou praticamente como nova!

Até o próprio lavatório parecia mais limpo e novo! Valeu a pena o trabalho, que até nem foi muito.

Espero que este artigo vos seja útil e venha a encorajar muitos de vós a fazer o mesmo. Se assim for, digam-nos, que nós gostaremos muito de saber. Bom trabalho!

Carlota

1 Comentário
  • Emilia Nazareth
    Publicada às 15:14h, 29 Julho Responder

    Belo trabalho! Quem sai aos seus não degenera😜!

Publique uma resposta a Emilia Nazareth Cancelar Resposta