Varanda decorada e organizada – check!

Varanda decorada e organizada – check!

Esta varanda, que serve o quarto da Cá, já devia ter ficado pronta no início do verão, mas com o arranjo do telhado e a pintura do exterior da casa, esta tarefa atrasou-se, o que não é de todo mau, pois até me parece que as varandas são mais simpáticas no outono e na primavera… e, a ver pelo verão tardio, estou em crer que vamos ter um outono bem solarengo… De qualquer modo, e agora que as aulas da nossa miúda estão quase a começar, acho que ainda vai bem a tempo de fazer bom uso deste espaço, que organizámos e decorámos em conjunto. Conforto, frescura, alegria e praticidade foram as palavras chave.

Conforto

Queríamos um ambiente relaxante mas que fosse, ao mesmo tempo, um bom espaço para ler, criar ou estudar. Para relaxar, nada melhor que uma cadeira de baloiço em corda. Esta foi comprada já no final do verão passado, em saldos, na loja Casa. Excelente compra, por sinal! É confortável e resistente. Almofadas e mantas são condição para criar conforto. Até nos finais de tarde mais frescos a Cá poder-se-á sentar aqui, com uma manta e um bom livro.

Frescura

O chão de tijoleira é bonito, mas pode ser mais desconfortável por aquecer no verão ou tornar-se frio no inverno. Por isso, optámos por revestir um parte do pavimento com relva artificial. É um material barato (não precisa ser de alta qualidade), muito confortável, de grande durabilidade, fácil manutenção e confere frescura a qualquer espaço. Esta já tem cerca de um ano aqui e está impecável! Já apanhou chuva e sol em grandes quantidades e só temos que a aspirar, como fazemos com qualquer tapete. Ah! E não ganha nódoas.


Até podemos sentar-nos no chão. E há mais quem adore deitar-se aqui e ficar longas horas a preguiçar…

Esta varanda, apanha bastante sol pelo que, para se tornar mais fresca, precisa de plantas. Já levamos anos de testes, a perceber que plantas conseguimos manter aqui, e parece que começamos a descobrir – catos, suculentas, outras tipo palmeira,…  em vasos pendentes ao longo do corrimão e na parede atrás do baloiço, com um pouco mais de sombra, onde criámos um jardim vertical. E sabem como fizemos este jardim vertical? Com um estrado de cama que já não servia o propósito. Envernizámos as ripas de madeira com verniz de exterior de alta resistência (o mesmo com que recuperámos o corrimão da varanda), pintámos o ferro com tinta preta anti-ferrugem (a mesma com que pintámos as grades) e pendurámos em dois L’s, na parede. Reciclagem perfeita!

Esta estrutura serve também para pendurar alguns objetos, como uma cesta com “as coisas da Cá”, o borrifador das plantas, a almofada de praia feita por ela,…

Alegria

Também presa ao corrimão e junto da cadeira de baloiço, colocámos uma prateleira de apoio para poisar um sumo, uma água, um caderno ou livro que estamos a ler,… Bastou colocar um suporte de vasos virado para o interior e uma tábua de madeira, que lixámos e pintámos com uma cor bem alegre.

Praticidade

E é claro que não podia faltar uma mesinha para os trabalhos da Cá. Esta também foi recuperada. Estava bem velhinha, com o tampo a descascar e a base bem ferrugenta. Pintámos com a mesma cor alegre, um azul água (a que a marca chamou “verde mint”), uma tinta ecológica, à base de água, da Titanlux, que comprámos na Leroy Merlin.
É nesta mesa que a Cá poderá estudar, desenhar e fazer as suas criações, fora de casa.

“Tudo muito lindo”, dirão, “mas e quando chover, como é? Onde é que se coloca isso tudo?” Pois, essa é a questão!… e eu resolvi da seguinte forma: nesta varanda só estão objetos e mobiliário que, das duas uma, ou podem ficar no exterior ou são utilizados da mesma forma no interior de casa. Isto é, muito do que vêem aqui não é exclusivo da varanda. A manta e as almofadas pertencem ao quarto da Cá, costumam estar em cima da cama e para lá voltarão sempre que necessário. Os cadernos e as canetas vêm da secretária para aqui e daqui voltam para a secretária. A cadeira de baloiço tira-se com facilidade e torna-se apenas num aro que encostamos em qualquer parede ou canto dentro de casa. A cadeira da secretária da Carolina só vem para a varanda quando ela precisa de se sentar à mesa a trabalhar. Depois, volta para dentro do quarto. E aqui está a praticidade que precisávamos de ter neste espaço. O resto, mantém-se e a varanda nunca fica “pobre”.

E, agora, verão ou outono, o que vier para nós está bem!
E ainda vamos fechar o assunto “pátio”, que tem sido alvo de uma pequena discórdia familiar. 😀
Esperamos, mais uma vez, que estas nossas lidas vos sirvam de inspiração. Não façam das vossas varandas arrumos ou depósito de tralha… please… é tão feio para quem passa na rua… e estão a desperdiçar uma área muitíssimo nobre e que também custou dinheiro. Esta até tem uma vista desafogada e bonita, mas mesmo vivendo no centro de uma qualquer cidade, com vista para o prédio da frente, façam das vossas varandas um espaço de inspiração (para vocês e para os vizinhos). E não é preciso muito: um pouco de relva sintética, algumas plantas, uma mesinha e duas cadeiras, iluminação,… e já está!
Assim sendo, aproveitamos também para desejar a todos os estudantes um novo ano cheio de conforto, frescura e alegria!
Nos próximos dias, continuaremos a partilhar detalhes desta varanda no facebook e no Instagram e abordaremos, também, o regresso às aulas.

Beijos e abraços, aqui das miúdas da casa,

Carlota e Cá

2 Comentários
  • Catarina
    Publicada às 10:06h, 08 Setembro Responder

    Muito giro como so vocês sabem fazes <3

  • Emilia Nazareth
    Publicada às 22:37h, 08 Setembro Responder

    Adorei o resultado final!Alegre, prática é inspiradora! 😍

Publique uma resposta a Catarina Cancelar Resposta