10 dicas de organização no regresso às aulas

10 dicas de organização no regresso às aulas

(Esta fotografia fez tanto sucesso que resolvi integrá-la neste artigo)

As férias são mesmo boas, e o verão também, mas confesso que para cá de meados de agosto já me começa a apetecer “viver dias normais”, com horários, projetos novos, agenda preenchida, fornecedores e clientes a funcionar em pleno… enfim, tudo e todos nos devidos lugares. (Acreditam que isso me dá alguma tranquilidade?)
De resto, se aproveitarmos o tempo livre, se o planearmos bem e, durante esse tempo, fizermos aquilo que mais gostamos, sozinhos, com amigos ou em família, podemos ter verdadeiros “momentos de férias”.

Mas, pronto, estamos de volta à rotina em tempo de aulas e, com ela, também a alguns momentos de nervos em franja. Sair de casa pela manhã é bem um momento desses, na maioria das casas. Lembro-me muito bem, quando a Cá era pequena, de me enervar imenso… porque havia fardas para vestir, mochilas e lancheiras para preparar, porque não encontrávamos aquele par de sapatos que ficava melhor com aquela roupa, porque ela não era tão rápida como eu queria, porque na hora de sair é que se lembrava de coisas que me devia ter dito no dia anterior,…

Por estes dias, li algures que o sucesso de sair de casa a horas e com o mínimo de stress depende do nível de organização da nossa casa. Concordo plenamente e noto isso em algumas estratégias que, entretanto, adotámos, e que se revelaram muito eficientes.
Tenho estado, então, a pensar, quais as medidas que já tomámos e quais ainda podemos tomar para um franca redução do stress matinal diário neste regresso às aulas e para uma reentrada dos nossos filhos mais tranquila, motivadora e produtiva. Deixo aqui 10 dicas que julgo que serão muito úteis:

10 dicas de organização no regresso às aulas

  1. Antes de organizar, destralhar todas as divisões, da entrada de casa à lavandaria. Não aconselho nada de muito profundo (correndo o risco de se tornar missão inacabada). Numa primeira fase, basta fazer uma passagem por toda a casa e retirar “o que pesa” (objetos velhos, estragados, que causam tensões, que não usamos, que não gostamos, que nos atrapalham, que dificultam a limpeza, que ocupam demasiado espaço,…); passar depois à mesa/zona de estudo, gavetas de trabalhos antigos, caixas e pastas organizadoras, por forma a criar espaço para os novos trabalhos, livros, fichas e outros documentos (poder-se-á aproveitar para emoldurar e expôr um ou outro trabalho).
    Reserve um dia para esta tarefa, não mais.
  2. Agora, sim, passar à organização, começando pela entrada de casa: criar uma zona de entrada funcional, com bengaleiro, sapateira, uma poltrona ou, mais simplesmente, um banco, ganchos atrás da porta, cabides nas paredes, chaveiro e despeja-bolsos.
    Descalçarmo-nos à entrada é um hábito muito higiénico, a casa mantém-se limpa por muito mais tempo, e é uma boa forma de saber sempre onde estão os sapatos. Existem imensas soluções para organização do calçado, basta escolher uma à medida do espaço de que dispomos e que nos permita arrumar, pelo menos, o calçado utilizado diariamente.
    O banco permite-nos sentar para calçar ou descalçar os sapatos.
    Cabides e ganchos, na parede ou atrás da porta, são essenciais para pendurar chaves, casacos, mochilas e chapéus.
    Um despeja-bolsos, pode ser apenas um pratinho, é essencial para colocar chaves, moedas, telemóveis ou carregadores
  3. Criar um centro de comando de operações: um placar onde todos tenham acesso a recados, horários, listas de compras, contas para pagar, testes para assinar,… e manter sempre um bloco de post-its por perto.
  4. Reservar um cesto ou uma prateleira na despensa para colocar os snacks para levar para a escola.
  5. No quarto, colocar um cesto/saco para a roupa suja (considerar um outro, específico para a roupa que deve ser lavada com urgência, como fardas e equipamento desportivo); colocar os adereços “à mão” (lenços, cachecóis, chapéus, podem ficar pendurados atrás da porta);
  6. Criar a zona de maquilhagem no quarto, por forma a evitar “engarrafamentos” na casa de banho. Colocar um espelho, uma boa iluminação, organizadores de maquilhagem e bijuteria.
  7. No guarda-roupa: organize o vestuário por funções  – escola, casa, festas e cerimónias, atividades desportivas,… (aproveitar para retirar o que já não serve ou não tem uso).
  8. Organizar a casa de banho, colocando cestos com identificação ou pequenos sacos ou bolsas reunindo os bens essenciais à rotina diária (pente ou escova, escova de dentes, líquidos e lentes de contacto, creme de rosto e corpo, desodorizante,…).
  9. Estabelecer um espaço para o estudo e outro para lazer. O espaço do estudo deve ser tranquilo. Se for partilhado por vários membros da família, devemos assegurar-nos que está devidamente organizado, prevendo a arrumação dos utensílios usados por cada um. Por exemplo: se temos um filho no Secundário, em Artes, e outro no Ensino Básico, obrigatoriamente as ferramentas de cada um serão diferentes. Pode atribuir-se uma caixa, uma gaveta ou uma prateleira para cada, tornando cada um responsável pelos seus materiais.
  10. Não havendo um espaço destinado exclusivamente ao estudo, preparar um tabuleiro que servirá a hora do estudo – uma espécie de mini-estação de trabalhos de casa – com todos os materiais necessários a um momento sem dispersões e em que nenhum minuto é perdido à procura disto ou daquilo na mochila, ou porque ficou na escola, ou porque não está afiado e não há afia,…

E é isto. Julgo que está por aqui um pouco de tudo ou, pelo menos, uma base para começar o ano letivo de forma mais tranquila e entusiasmante. Têm outras ideias? Agradecemos a partilha, porque uma casa organizada beneficia todos – pais, filhos, sejam crianças, adolescentes, jovens ou adultos – quando os horários são apertados e o tempo é tudo!

Abraços,
Carlota.

5 Comentários
  • Filomena Mourinho
    Publicada às 18:19h, 11 Setembro Responder

    Adorei as sugestões, Carlota! Sou professora e também tenho um blogue para os meus alunos (aliás, tenho dois: o Mrs. Mourinho’s Class para os alunos e o Filomena Mourinho que é pessoal). Se não se importar, vou divulgar este seu post com os meus alunos. Um abraço e bom regresso às aulas.

    • Carlota
      Publicada às 07:58h, 12 Setembro Responder

      Olá, Filomena! Não pensei que este artigo fizesse tanto sucesso, mas tenho recebido vários comentários nesse sentido. Que bom que poderá ser útil para os seus alunos! Esperamos sinceramente que faça diferença, para melhor, nas suas vidas. Bom ano que agora começa!

    • Carlota
      Publicada às 07:58h, 12 Setembro Responder

      Ah! E vou espreitar esses blogs!
      Carlota

  • mariafatimamotacarvalho
    Publicada às 06:33h, 12 Setembro Responder

    otimas dicas!!!

  • mariafatimamotacarvalho
    Publicada às 06:33h, 12 Setembro Responder

    otimas dicas!!! bom início

Publique uma resposta a Filomena Mourinho Cancelar Resposta