Natal

A nossa lista de presenteados está feita e os respectivos presentes definidos. Vamos tentar fazer como pensámos - uma pequeno kit temático para cada pessoa -, mas ainda não começámos a reunir o que necessitamos, entre coisas compradas e coisas feitas por nós. Ainda não temos uma única prenda para ninguém. Quem mais se revê neste filme? Assim que a Cá entrar de férias, poderemos contar com a sua colaboração e, como sabe costurar, acho que vamos aproveitar este dote. Os kit funcionarão assim: por exemplo, o kit "filmes" inclui uma lista dos nossos filmes recomendados (checklist feita por nós), um pacote de milho para pipocas e uma receita de pipocas (diferente da usual), tudo num balde de pipocas. Dentro deste espírito, haverá o kit de culinária, o de cozinha, o de jardinagem, origami, etc. Todos, a condizer com o perfil da pessoa a quem vamos oferecer. Durante os próximos dias, daremos mais detalhes. Sigam o Instagram. Entretanto, o melhor é começar já a preparar os têxteis das festas. Toalhas, guardanapos, panos de loiça e de tabuleiro, pegas, naperons, está na hora de lavar tudo e de garantir que não somos surpreendidos com nódoas ou manchas amarelas. O tempo não está de feição e, entre lavar, secar e passar, podemos demorar-nos nesta tarefa. Sobretudo quem, como nós, vai trabalhar até à última. Hoje, há jantar de amigos cá em casa e isto começa a aquecer! Entretanto, fui reler um artigo que publicámos em 2017 - uma mesa de jantar que ficou linda. Espreitem! https://52.pt/blog/2017/12/01/a-nossa-decoracao-de-natal/...

O Natal está mesmo aí, mas ainda temos o fim-de-semana para fazer o que nos falta e dar mais um ar da nossa graça à casa (há coisas que eu gosto de deixar mesmo para o fim). Do pinheirinho à mesa de natal existem imensos locais que podemos tornar mais alegres e de acordo com o espírito. Pediram-nos ideias. Assim sendo, deixo-vos algumas de última hora para uma casa preparada para receber todos aqueles que amamos da melhor forma. Decoração da árvore de Natal Não acredito que ainda haja alguém que não tenha decorado a sua Árvore, mas aqui ficam umas dicas: para conseguir um efeito "revista" coloque as luzes de baixo para cima, seguindo-se os laços ou fitas, que devem ser colocados de cima para baixo; depois, escolha algumas bolas de tamanho maior e, pelo meio, coloque as bolas mais pequenas ou outros pequenos enfeites. Desta forma, consegue criar um efeito visual mais interessante e vários pontos onde o olhar se pode focar, dando uma sensação de elegância à árvore de Natal. Um pinheirinho alternativo Para todos aqueles que querem fugir ao tradicional pinheiro de Natal, existem inúmeras opções criativas, desde usar paletes a ripas de madeira para criar a estrutura da árvore, ou com enfeites naturais, como ramos e até mesmo frutos secos. Dessa forma, estaremos também a ajudar o meio ambiente, uma vez que estamos a reciclar e a reutilizar materiais. Para seguir ainda mais uma vertente ecológica, pode também optar por usar embrulhos feitos em papel vegetal ou reciclado, atando-os com corda de sisal para um efeito mais natural (diminuindo, ao mesmo tempo, a pegada ambiental que é deixada durante esta época do ano). Este papel serviu de base para uma pintura. No final, em vez de o deitar fora, aproveitei e continuei os riscos na vertical e na horizontal (para fazer um xadrez) e fiquei com um papel de embrulho bem bonito. Decoração da mesa de Natal Existem várias opções de decoração, desde usar algumas bolas que sobraram do pinheiro (ou outras adquiridas para o efeito) até utilizar alguns embrulhos feitos especialmente para decorar. Pode também reutilizar alguns frascos ou garrafas em vidro...

1 de Dezembro. Para a maioria é dia de espalhar o espírito de Natal pela casa. Por aqui, também estamos a deixar para trás as vibes de outono e a passar para as de inverno (faltam apenas 20 dias). Mas o outono chegou tarde e ainda se fez sentir tão pouco, que nós queremos mais. E, este ano, a nossa casa vai-se engalanar de verde, preto, vermelho e um outonal caramelo. No Natal do ano passado esta casa encheu-se de familiares. As refeições fizeram-se esticando mesas, juntando outras, acrescentando cadeiras, misturando serviços de loiça e usando toalhas de mesa emprestadas. Confuso? Granel? Não, até ficou giro. Quando as coisas se programam com tempo, muito pouco pode dar errado. E é por isso que – já o fiz o ano passado e volto a fazê-lo este ano – comecei por tratar cedo das toalhas de mesa: ver quantas necessitaremos, se são adequadas, se precisam de ser lavadas e engomadas (sempre!)...