Reflexão

Prometi que contaria como é a minha rotina matinal, sempre que acordo muito cedo. Também fiquei de vos dar algumas ideias para criarem a vossa própria rotina e, assim sendo, vamos a isso. A minha rotina é apenas a minha. Não somos todos iguais e não temos todos os mesmos gostos mas, se de alguma forma vos inspirar e puder contribuir para melhorar as vossas manhãs, maravilha! Deveria dizer que a primeira coisa que faço é lavar a cara, para despertar...

Escrevo este artigo na sequência deste outro que tem sido do agrado de muita gente. Na altura que o escrevi recebi bastantes comentários e mensagens e ainda hoje me falam dele. Tem a ver com acordar cedo, porque tomei a decisão de o fazer e o que faço eu quando acordo às 5h30m da manhã. Ok, antes de continuar, devo desde já esclarecer o seguinte: - Acordar antes do sol nascer não é coisa que faça - ou tenha que fazer -, impreterivelmente, todos os dias do ano. De facto, tenho fases e deixo que seja a minha vontade a ditar. Porque acordar cedo implica deitar cedo e, se tenho alturas em que quero, posso ou consigo fazer isso, também as há em que me apetece fazer “noitada” a ver televisão, a blogar, a congeminar ideias, a desenvolver projetos ou a trabalhar. - Não quero com estes artigos convencer ninguém de coisa nenhuma e acho mesmo que acordar muito cedo pode não ser para todos; por outro lado, acho que é para muitos mais do que aqueles que o fazem e haverá por aí muita gente que se sentiria bem a fazê-lo, só que ainda não se deu conta. Posto isto, posso agora responder à pergunta: O que me faz levantar às 5h30m da manhã, quando apenas preciso de entrar ao trabalho às 9h? Pois...

Na continuação do update aos artigos que me parecem mais significativos desde que começámos este blog, mantenho a temática da Organização, pois – não sei quanto a vocês – eu gosto de começar o ano com a casa organizada (além disso, a temporada de festas por que passámos assim obriga). Toalhas, panos de cozinha, individuais, todos levaram tal "esfrega" durante as festas que, agora, têm que retomar o seu lugar nas gavetas...

BOM ANOOOO, pessoal!!! Ora aqui estou eu a cumprir a última promessa de 2018: partilhar convosco o que aconteceu com alguns dos DIY feitos por nós ao longo destes três anos. Avaliando assim, de repente, só me lembro de um que não vingou. De resto, julgo que nos podemos dar por muito felizes com a taxa de sucesso dos nossos projetos. Mas, antes disso, queremos aproveitar a ocasião para vos desejar um 2019 muito feliz! Que seja um ano muito profícuo, produtivo e criativo para todos!...

"É desta que vou arrumar a minha vida e tornar a nossa casa e atelier locais de serenidade e inspiração!" Assim começava este blog, no dia 3 de janeiro de 2016. E assim tem sido desde esse dia: arranjamos, construímos, melhoramos, substituímos, destralhamos e organizamos. Destralhar foi mesmo a palavra de ordem de 2017. E o que nós destralhámos...

O final de 2017, como todos os finais de ano, foi demasiado agitado para que pudéssemos parar para pensar e janeiro, como todos os janeiros, foi o mês para fazer planos, pelo que só agora conseguimos fazer um balanço correto do ano que passou e organizar ideias para este ano. E o que é que se passou em 2017? Antes de fazermos o balanço sentíamos uma certa frustração: as 52 tarefas a que nos propusemos não ficaram concluídas. Estávamos um bocadinho chateados. Depois, analisando bem a lista, caso a caso, percebemos que, afinal, fizemos tanto!...