sala

Este primeiro trimestre do ano, marcado por ser o período pós-festas e pós decoração natalícia, marcado pela preguiça (mas, também, muito trabalho), pelo frio e pela vontade de sofá, manta e chá quentinho, fez com que alguns cantos da nossa casa ficassem mais negligenciados. Não, não deixámos de os limpar. Também era o que faltava, que a preguiça tem limites! Falo de decoração e organização, falo daquela atenção especial que eu gosto de dar à nossa casa. Pois...

Destas ideias é que eu gosto: aproveitar o que já temos e dar-lhe ares de que acabou de ser adquirido numa loja gira! Depois de tudo o que destralhámos nos últimos tempos, adquiri o hábito de pensar primeiro numa solução de reaproveitamento antes de adquirir algo novo, desnecessariamente, cá para casa. Foi o que aconteceu com a jarra de vidro que hoje partilho aqui. Depois de ver esta garrafa da Zara Home – tão gira! – numas fotografias do catálogo, achei que podia facilmente fazer algo parecido, numa jarra um pouco sem graça, com as sobras da napa que utilizei para fazer esta prateleira suspensa. E como, esta semana, deitaram abaixo uma árvore aqui da rua, e eu lá fui (claro, não me contive!) recolher um ramo para colocar na "nova" jarra, cheguei à conclusão que era dever cívico partilhar tanta beleza que juntos deram à nossa sala. A jarra (renovada) já tem andado por aqui e posso dizer-vos que, tanto no quarto como na sala, fica adorável! Há dias partilhei umas fotografias em que aparecia no nosso quarto de casal e, como chamou a atenção, achei que deveria dar-lhe o devido destaque com um artigo só para ela e – quem sabe – inspirar-vos a fazer uma também.   Jarra de vidro e napa   Tudo o que precisei para fazer este DIY: a dita jarra (que pode ser um frasco, ou vários de diversos tamanhos, ou uma garrafa,...

Uma das primeiras decisões que tomámos quando viemos para esta casa foi que fecharíamos a lareira com um recuperador de calor de inserir. Uma boa decisão. Até hoje não nos arrependemos de o ter feito. Por isso, olhando para a nossa lareira super acolhedora e quentinha, tomei uma decisão que comuniquei ao nosso homem: "Vou escrever um artigo acerca de recuperadores de calor." "E o que sabes tu desse assunto?" – perguntou ele. "Hhhhhmmm...

Que alegriiiiaaa, a nossa sala está finalmente arranjada! Paredes pintadas, tetos novos, estores retirados, portas remodeladas e organizada da forma que nós achamos mais prática e confortável. Uhuuu! Acreditem, esta tarefa foi custosa! É uma sala, mas parece que são três. Tem um layout tramado: duas portas, um arco, um pilar, vigas e um teto inclinado. Arquitetos e decoradores eventualmente dirão que não percebem a dificuldade...