Nova Iorque para gente como nós – II

Hoje é quinta-feira, dia de novo artigo no blogue e dia de fechar os artigos de Nova Iorque para gente como nós, gente que gosta de artes, de criar, de diy, de organização, de decoração… e de rock!
Vamos a isso?
Pois aqui ficam mais uns quantos locais, que nós três – pai, mãe e filha – fizemos questão de visitar (para além dos habituais, claro está!).

Desta vez, começamos pela lista do pai

que fez questão de rumar até ao n.º 315 da Bowery, East Village, e entrar no antigo CBGB (agora, a loja John Varvatos):

E o que é (ou foi) o CBGB? Ora, foi um clube muito ligado ao underground rock, palco de artistas e bandas como The Ramones, Blondie, The Misfits, Sex Pistols, Talking Heads, The B52’s, mas também de muitos outros artistas de música experimental, folk, jazz e metal.

A loja mantém muito do espírito (com posters, discos, grafitti, instrumentos musicais,…) num estilo punk, industrial, urbano.

Pois, comprar algo é que não foi possível. Nem uma t-shirt, das mais simples, tem um preço que condiga com a nossa carteira, por isso, demos uma voltinha, vimos o que tínhamos a ver e saímos conforme entrámos,… só que mais felizes.

Houve locais onde apenas passámos, de caminho para outro ponto da nossa lista. É o caso deste edifício:

Reconhecem, malta que passou pelos anos 80?
Trata-se do icónico edifício dos bombeiros do “Ghostbusters”, localizado na North Moore Street com a Varick Street. Ver ao vivo aquilo que se viu tantas vezes no cinema e na televisão é uma emoção! E lá está ele, com as suas paredes de tijolo, a grande porta vermelha e os símbolos pintados no chão.

Por falar em coisas que vemos nos ecrãs e que depois queremos ver ao vivo… andámos quilómetros… quilómetros!… para ir à Cookie Dough Confections.
E perguntam vocês: “onde?”
Foi o que nós perguntámos à nossa miúda e viemos a descobrir que era uma fábrica e loja de Cookie Dough. Aquelas bolachinhas, ou bolachonas, com toping, sabem?
Bem, lá fomos… e que bem que fomos 😀 porque acabámos os três a comer estas bombas calóricas de massa de bolacha com várias outras “cenas doces” à mistura.

E isto é o que fazia parte da lista da Cá

A Cookie Dough Confections:

 

Menos calórico para o corpo, mas igualmente alimentício para a alma foi a Fishs Eddy, uma loja linda, só de coisas giras para a casa.

Sim, neste canto pinta-se e vende-se retratos caninos e felinos. 😀

Depois, entrámos, para grande alegria do pai, em mais uma loja de crafts… desta vez, a Michaels.


Da lista da Cá não faziam parte só lojas. Apenas estou a destacar aquilo que tem mais a ver com a temática deste blogue. Em sua defesa, foi ela que não quis abdicar da New York Public Library:

De facto, vale bem a pena a visita. É linda! A entrada é gratuita e muito livre, isto é, é possível entrar em imensas salas de estudo, pesquisa, leitura, e de diversas temáticas. E enquanto uns passeiam, muitos outros estudam e trabalham. Numa das salas, ainda fomos descobrir os bonecos de peluche originais que deram origem às histórias do Winnie The Pooh.

E, por fim, mais duas escolhas da mãe

A Sociedade dos Ilustradores, Society of Illustrators, sempre com exposições patentes, de ilustração e banda desenhada, muitas vezes relacionadas com escolas e no âmbito de concursos:

 

E, claro, já cá faltava, uma loja de cestas e cestinhas, caixas, divisórias, prateleiras e gavetas, ganchos, cabides, produtos de limpeza,… uma loja dedicada à arrumação e organização, a Container Store:

Querem saber se comprei alguma coisa?
Claro que sim! Como não?
Mas não me esbardalhei!
Foi só uma ou duas coisinhas… até porque tinha à porta da loja um touro enfurecido, sem grande interesse pelas caixas e caixinhas. 😀

E é isto, pessoal. Entre museus, monumentos e lojas, foram cinco dias fantásticos e sem parar! Mas quem é que quer estar parado nesta cidade? Descansar é no avião (ou não)!

Espero que tenham gostado destes dois artigos, que vos venham a fazer muito jeito e, se um dia forem a NYC e visitarem qualquer um destes locais, lembrem-se de nós.

Qualquer dia fazemos um “Lisboa para gente como nós”. O que acham?

Carlota

Sem Comentários

Publique um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.