Diy – Suporte de fotografias

Diy – Suporte de fotografias

Adiámos esta publicação o mais que pudemos… estamos sem a nossa querida máquina fotográfica, que, nos últimos tempos, trabalhou, trabalhou, até ficar sem bateria… porque demos sumiço ao carregador! Já procurámos por todo o lado e até vimos o preço de um novo, mas – ups! 😵 – vamos ter que procurar mais afincadamente… Assim sendo, usámos o telemóvel e demos o nosso melhor! Esperamos que gostem!
Queríamos muito partilhar este DIY com a nossa malta! É super simples de fazer e fica tãããão fiiiixe!!! Só para verem como é simples… foi aqui a Carlota que fez praticamente sozinha! E não foi uma peça nem duas… três! Pumba! E estava capaz de fazer vinte!


 
Ora aqui está um suporte de fotografias invulgar!… uma variação às tradicionais molduras, que ocupam mais espaço e são menos práticas para ir atualizando as imagens. Este suporte é um work in progress. Hoje colocamos umas fotos, amanhã trocamos por outras, este mês estamos em modo Outono, para o mês que vem em modo Natal,… e a composição de imagens torna-se muito dinâmica. Gostamos disso!
E se em vez de expor fotografias, este suporte servir para colocar recados, cartas ou mesmo contas e assuntos para resolver? Prático!
E se o colocarmos no espaço das criações da Cá para ela expor  os seus trabalhos? Mais-do-que-perfeito (como o pretérito)!
 



 
Mais ideias? Imagino que sim. Pois aqui fica, então, como se faz!

1. Usámos ripas de pinho, que furámos com o berbequim;
2. Lixámos as ripas já furadas;
3. Demos uma demão de verniz com cor;
4. Acabámos com o restaurador de móveis envernizados, que uniformizou o tom e lhe deu um toque mais acetinado (mas é opcional, se se der mais do que uma demão de verniz);
5. Abrimos um pouco mais o buraco (só atrás) por forma a podermos inserir uma porca;
6. Na frente colocámos uma mola de escritório com um parafuso com o tamanho exato da espessura da ripa.

 
Por fim, aplicámos no verso as ferragens para pendurar e já está!
 

 
A medida das ripas é a que quiserem; a distância entre os furos depende do tamanho das fotografias ou daquilo que quiserem prender nas molas; nós colocámos ao alto, mas também se pode suspender na horizontal. Simples, não? Há dúvidas? No prob, perguntem-nos!
Se se sentem inspirados e gostaram deste artigo, coloquem um ♥ aí em baixo!
Bom “trabalho”!
Carlota

3 Comentários
  • Maria Fátima Carvalho
    Publicada às 07:42h, 12 Novembro Responder

    Muito interessante e muito prático! Parabéns. Dá para encomendar o trabalho?

    • Carlota
      Publicada às 09:11h, 13 Novembro Responder

      Dá pois! 😉

  • Sandra Marques de Paiva
    Publicada às 09:35h, 13 Novembro Responder

    Gostei muito 🙂 Beijinhos

Publicar Comentário