Author: Carlota

Olá! Há muito que não tínhamos um diy por aqui. Deixo-vos este, já que estava prometido e é um ótimo entretenimento para um fim-de-semana de chuva, passado em casa, entre bolos e cházinho. Não é bem uma jarra, mas um conjunto de três. Pode ser um centro de mesa (como usei no Natal) ou uma peça decorativa em qualquer divisão de casa. Eu acho-a linda e, mesmo tendo sido construída em balsa (uma madeira bem mole, normalmente utilizada para fazer maquetes), está mais resistente do que pensei que ficaria. Andei muito tempo com esta peça desenhada na minha cabeça. Inicialmente, iria fazê-la em pinho mas, quando tive finalmente tempo para me dedicar a ela, faltava a vontade de pegar em ferramentas "pesadas" (sim, há dias em que até uma simples serra me faz desistir de uma ideia). Por isso, decidi fazer esta peça em balsa e com ferramentas tão básicas como um x-ato. Já sabem que adoro fazer jarras a partir de garrafas de água de vidro...

Estamos mesmo em cima de mais um Natal e muito perto de celebrar a entrada numa nova década. Nos últimos tempos fiz um teste à minha capacidade de “blogar” e à vossa capacidade e vontade de nos seguir. Para mim, foi um excelente exercício de escrita, de criatividade e resiliência. Convosco, partilhei reflexões, dicas, ideias e sugestões. Espero que tenham tirado o melhor proveito destes artigos, criados com muito gosto, entre muito trabalho no atelier, o meu novo curso, os convívios que se impõem nesta época e uma casa a tentar manter o mínimo de dignidade, já que tivemos um grave problema no telhado, o qual originou a entrada de água em diversas divisões da casa. Saímos de 2019 com a certeza de que em 2020 continuaremos por aqui, a partilhar mais dicas de bricolage, diy e organização, a levar a nossa empresa (e as suas novas áreas de negócio) por diante, a trabalhar e a estudar muito! Fica aqui, desde já, a promessa de que vos contarei o que de melhor aprender no Design de Interiores. Para o ano, a nossa casa voltará a receber obras e renovações (pelas nossas mãos, claro está), porque os armários da cozinha estão um horror (depois verão), a bancada idem, os quartos TODOS precisam de nova pintura (devido ao problema recente), porque o escritório tem sido, desde sempre, o patinho feio desta casa,...

God! Como vão esses preparativos para o Natal? Por aqui, vão andando, devagarinho, porque o trabalho apertou muito e não tem deixado margem para quase mais nada. Os presentes estão a ser preparados...

Já devem ter reparado que adoro fazer jarras de garrafas de água. Desta vez, usei um conjunto de três garrafas de vidro para fazer um centro de mesa de Natal bem giro e natural, com plantas secas que vamos apanhando aqui e ali. Sim, porque as miúdas cá de casa andam fãs de flores e folhagem seca, por isso deixamos secar tudo o que apanhamos na rua e, ainda, os ramos de flores que nos oferecem. A base, onde coloquei as jarras, foi feita por mim, apenas com uma placa de balsa. Num próximo artigo, publicarei um "passo a passo" para vos mostrar como fiz, sem ferramentas elétricas. Por agora, deixo-vos com esta beldade, que já decorou a mesa do jantar de Natal, que realizámos aqui em casa, com os amigos.   Às plantas secas juntámos bolas de Natal douradas, enfiadas num pau de espetada. E, agora, vamos sair e ver se conseguimos reunir tudo o que precisamos para os nossos kits oferta, que já vos tenho vindo a falar. O pai dispensa este "passeio" e decidiu não nos acompanhar. Em prol de uma extensa investida e liberdade de movimentos, as miúdas agradecem! Bom domingo!Carlota       ...

A nossa lista de presenteados está feita e os respectivos presentes definidos. Vamos tentar fazer como pensámos - uma pequeno kit temático para cada pessoa -, mas ainda não começámos a reunir o que necessitamos, entre coisas compradas e coisas feitas por nós. Ainda não temos uma única prenda para ninguém. Quem mais se revê neste filme? Assim que a Cá entrar de férias, poderemos contar com a sua colaboração e, como sabe costurar, acho que vamos aproveitar este dote. Os kit funcionarão assim: por exemplo, o kit "filmes" inclui uma lista dos nossos filmes recomendados (checklist feita por nós), um pacote de milho para pipocas e uma receita de pipocas (diferente da usual), tudo num balde de pipocas. Dentro deste espírito, haverá o kit de culinária, o de cozinha, o de jardinagem, origami, etc. Todos, a condizer com o perfil da pessoa a quem vamos oferecer. Durante os próximos dias, daremos mais detalhes. Sigam o Instagram. Entretanto, o melhor é começar já a preparar os têxteis das festas. Toalhas, guardanapos, panos de loiça e de tabuleiro, pegas, naperons, está na hora de lavar tudo e de garantir que não somos surpreendidos com nódoas ou manchas amarelas. O tempo não está de feição e, entre lavar, secar e passar, podemos demorar-nos nesta tarefa. Sobretudo quem, como nós, vai trabalhar até à última. Hoje, há jantar de amigos cá em casa e isto começa a aquecer! Entretanto, fui reler um artigo que publicámos em 2017 - uma mesa de jantar que ficou linda. Espreitem! https://52.pt/blog/2017/12/01/a-nossa-decoracao-de-natal/...

No outro dia perguntaram que tal nos estamos a dar a trabalhar fora de casa. Já faz mais de um ano que, por razões profissionais (de negócio), mudámos o nosso atelier (por baixo de casa) para um novo espaço, a quinze minutos de distância. Quinze minutos é nada e, por isso, nem me vou dignar a queixar da distância!...

É natural que quem não esteja ligado à área do design e da moda não se tenha ainda apercebido que todos os anos a Pantone lança A Cor do Ano. Há quem diga que é mera estratégia de marketing da marca (empresa americana de consultoria de cores). Verdade é que a cor do ano da Pantone tem vindo a influenciar, há mais de vinte anos e cada vez mais, as tendências de moda, decoração, design industrial e design gráfico. Posto isto, qual é a cor para 2020? O Pantone 19-4052 Azul clássico. Este ano, a Pantone definiu esta cor como tendência; uma cor “honesta”, que transmite calma, confiança e serenidade em tempos de uma “humanidade sempre stressada”. Esta cor do céu ao entardecer expressa, ainda, confiança, fé e constância, oferecendo uma sensação de proteção tranquilizadora. Olhando em volta, descubro a cor em alguns detalhes da nossa sala...