Acordar cedo e manhãs mais apetecíveis – I

Acordar cedo e manhãs mais apetecíveis – I

Escrevo este artigo na sequência deste outro que tem sido do agrado de muita gente. Na altura que o escrevi recebi bastantes comentários e mensagens e ainda hoje me falam dele. Tem a ver com acordar cedo, porque tomei a decisão de o fazer e o que faço eu quando acordo às 5h30m da manhã.

Ok, antes de continuar, devo desde já esclarecer o seguinte:

– Acordar antes do sol nascer não é coisa que faça – ou tenha que fazer -, impreterivelmente, todos os dias do ano. De facto, tenho fases e deixo que seja a minha vontade a ditar. Porque acordar cedo implica deitar cedo e, se tenho alturas em que quero, posso ou consigo fazer isso, também as há em que me apetece fazer “noitada” a ver televisão, a blogar, a congeminar ideias, a desenvolver projetos ou a trabalhar.

– Não quero com estes artigos convencer ninguém de coisa nenhuma e acho mesmo que acordar muito cedo pode não ser para todos; por outro lado, acho que é para muitos mais do que aqueles que o fazem e haverá por aí muita gente que se sentiria bem a fazê-lo, só que ainda não se deu conta.

Posto isto, posso agora responder à pergunta:

O que me faz levantar às 5h30m da manhã, quando apenas preciso de entrar ao trabalho às 9h?

Pois…

Adoro acordar devagarinho, sem sobressaltos, ir acordando. Sair do quarto, descer as escadas (com muita calma, para não cair), entrar na cozinha, alimentar a gata, fazer-lhe umas festas, beber um copo de água morna com umas gotas de limão enquanto olho a rua.

Adoro esse pedaço de tempo em que estou só comigo mesma!

Faz-me bem olhar para o que me rodeia, para a nossa casa, para a nossa família e encontrar motivos para agradecer (se ando mais em baixo, é mesmo uma coisa que tento fazer, encontrar motivos para agradecer).

É de manhã que eu sou mais criativa e tenho as melhores ideias (e não estou só a falar de trabalho, mas também de vida familiar, social e de realização pessoal). Fazer planos torna as manhãs tão divertidas.

Acordar mais cedo permite-me preparar melhor para o resto do dia. Organizo pensamentos, planeio o dia.

Essas primeiras duas a três horas dão-me uma tranquilidade, que se perpetua pelo resto do dia.

Estes outros motivos, todos concordarão comigo: não é tão melhor sair de casa com um bom banho tomado sem pressas, bem arranjados, seguros do que estamos a vestir, descansados com o que ficou feito (roupa estendida, cama feita, mesa do pequeno almoço arrumada,…)? Não é tão bom termos contribuído para que os nossos filhos tenham, também eles, feito um acordar tranquilo, saído de casa a horas, sem stress (porque até os ajudámos nalgumas tarefas – a vestir, a pentear, “desenrascámos a situação da cama por fazer” ou preparámos o seu pequeno almoço?… a nossa miúda tem quinze anos, mas ainda há dias em que faço questão de a pentear. Porquê? Porque é um ato de atenção e carinho, só por isso. Porque posso, porque temos tempo.)

É por isto, por estes motivos, que as manhãs são um momento pelo qual anseio. E é por isto, que deixo a segunda parte deste artigo para outro dia, que o de hoje já vai longo. No próximo, quero falar sobre a minha rotina matinal e dar algumas ideias para criarem a vossa, uma rotina apetecível, que vos entusiasme e se torne motivo para saltarem da cama mais cedo.

Até lá, contem-me qual é o vosso caso: são madrugadores, dorminhocos, vespertinos ou noctívagos? E como se dão com a vossa rotina?

Beijos e abraços,

Carlota

5 Comentários
  • Sandra Maria Esteves Lopes
    Publicada às 05:56h, 27 Setembro Responder

    Também adoro esse tempo “extra” pela manhã.

    A expressão “acordar devagar” faz—me todo o sentido. Ter tempo . No meu caso não faço festas à gata, mas falo com os pássaros! 🙂 Espreguiço—me aà janela a ver a rua acordar também.

    É o meu momento antes de a casa acordar!

    Gosto de fazer as coisas devagar, este tempo permite isso!

    Beijinhos e boas manhãs!

    • Carlota
      Publicada às 08:10h, 27 Setembro Responder

      Sandrinha (és tu não és?)… então para quem passa o dia rodeado de crianças, esses momentos de silêncio pela manhã ainda sabem melhor! 😉

  • A Casa d'Ella
    Publicada às 07:31h, 27 Setembro Responder

    Apesar de cá em casa não sairmos todos ao mesmo tempo, eu também acordo bem cedo para poder preparar-me mentalmente com calma. Nem sempre fui pessoa de acordar cedo, aliás, é algo relativamente recente mas faz muita diferença na forma como encaro cada dia.

    Escrevi sobre a importância da minha rotina matinal e o que aproveito para fazer nestas horas de solidão é silêncio:
    https://wp.me/p6RfCt-2Xh.

    • Carlota
      Publicada às 08:11h, 27 Setembro Responder

      Já fui espreitar o artigo. É mesmo isso tudo!

  • Luísa Barbosa
    Publicada às 07:07h, 23 Novembro Responder

    …..E eu aqui a espreitar desde as 6 horas? É isso, o dia rende mais! Gosto dos primeiros alvores do dia, do raiar da manhã, do aproximar dos ruídos pouco a pouco…
    da vida, enfim !

Publicar Comentário