Decoração

Começou por ser trabalho e, às tantas, era diversão. Ainda na senda da organização e arrumação dos materiais escolares que serão reutilizados para o ano, houve necessidade de arranjar uma caixa para colocar os riscadores, borrachas, afias e outros pequenos objetos de trabalho.     Como o local de estudo é na sala, e é aqui que mantemos os materiais, tinha que ser uma caixa que se enquadrasse na decoração. Desta vez, não queria gastar dinheiro a comprar mais uma "toda gira", até porque acabamos por nos cansar delas e remetê-las para os arrumos, mais cedo ou mais tarde. Assim, ainda inspirada num trabalho que fiz há pouco tempo, com os meus alunos de artes, a preto e branco, resolvi avançar para esta solução, reciclando caixas de cartão.     Assim, obtivemos uma solução com sentido de humor, infantil (mas não infantiloide!), que pode perfeitamente fazer parte da decoração dos espaços comuns da nossa casa. Fica aqui, como fizemos:   DIY   A tinta preta, é uma tinta de parede de secagem rápida, que tínhamos por cá. Bastou uma demão. Normalmente, não sou fã de decorações com ursinhos, mas este encantou-me...

Quando mudámos para esta casa, que data do início dos anos 80 (a casa, não a mudança!), um dos pequenos grandes pormenores que quisemos logo alterar foram as tampas das caixas de estore, que estavam velhas, feias, com várias camadas de tinta e davam um ar pesado à casa. Esta nuvem, que está no quarto da Ca, foi uma das primeiras obras de bricolage a que nos atirámos e ainda hoje lá está...

Mais uma planta que podemos apanhar perto de casa. Tem uma cor linda, não tem? Descobri que se chama soagem ou chupa-mel e que pode causar irritação em peles mais sensíveis quando manuseada. Por acaso, desconfiei quando a vi — fez-me lembrar uma urtiga, pois tem o caule peludo — e usei luvas e tesoura  (como faço sempre com estas invasivas, das quais desconheço a toxicidade). Também não faço questão de chegar o nariz a qualquer flor e cheirar...

Uma vez, na Alemanha, vi uns abajures numa montra tão lindos, que nem consigo descrever!!! Feitos com vários tecidos e aplicações e de vários formatos, muito alegres e kitsch! Um dia, para o quarto da Ca, inspirada nesses, fiz este! É diferente dos que vi na Alemanha, mas gosto muito dele! É feminino, colorido, alegre...