Arrumação

Quem já sentia falta de uma boa dica de organização? Eu. :-D Nos últimos dias tenho estado a preparar o workshop "Organizar a Casa para Organizar a Vida", que vai acontecer em Lisboa, na Red Apple, no próximo dia 4 de março, e, com medo de esquecer de algo que pode ser importante – algo que já assimilei na minha vida e que já faz parte das nossas rotinas – fui buscar o meu caderno de apontamentos do curso que fiz com a Priscila Sabóia (sim, que aqui a vossa amiga tem diploma de Personal Organizer!). E ainda bem que o fiz pois, na realidade, há pequenos hábitos de organização que adquirimos nesta casa, que vejo agora como foram importantes...

As temperaturas já começaram a descer e parece que para a semana já temos chuva. Está na hora de nova volta aos roupeiros – descartar o que já não serve, já não usamos ou está estragado ou velho, lavar e arrumar o que não se adequa à estação e recuperar o que vamos querer usar nos próximos tempos. Este fim de semana, no Forum Coimbra, os nossos workshops vão dedicar-se à roupa. Pais e filhos vão aprender dobras básicas e levar para casa algumas dicas de como manter um roupeiro funcional. Podemos já adiantar algumas:       Um roupeiro funcional é um roupeiro harmonioso e prático! É importante que toda a roupa esteja visível e acessível. O que não é visto não é usado! Destralhar é uma tarefa que se faz com frequência. Pelo menos, uma vez por estação. Colocar toda a roupa em uso na zona mais acessível do armário. Roupa de tamanhos maiores (herdada de irmãos e primos) separada em caixas etiquetadas por idades, na parte mais alta do roupeiro. Usar cabides todos iguais e sempre virados para o mesmo lado. Colocar apenas uma peça por cabide. Separar a roupa por cor, da mais escura para a mais clara. Usar produtos organizadores (caixas de sapatos, embalagens de plástico, cestos,...

Pois é, há muito tempo que recebemos mensagens com questões acerca da organização da casa e também a perguntar se não fazemos workshops de organização. Também recebemos algumas mensagens com questões relacionadas com a organização dos espaços das crianças e a pedir dicas e soluções para o roupeiro, brinquedos e espaço de estudo. Pois unimos o Cinquenta e Dois ao nosso atelier Nósnalinha e criámos o primeiro projeto conjunto, numa simbiose perfeita – os Ateliers de Organização Pais e Filhos! Pois então cá estão. Desta vez, em Coimbra, no Forum Coimbra – um espaço lindo, muito bem organizado e super fashion! E para um espaço lindo...

Hoje damos a palavra à nossa amiga Helena. Em resposta ao último artigo publicado, recebemos uma mensagem sua e não podemos deixar de a partilhar. Arranjámos fotografias que complementam o texto, mas vamos ver se fazem justiça à realidade, dado que foram tiradas a correr, sem grandes preocupações estéticas...

Qualquer altura é boa para renovar e organizar o roupeiro, mas não há como as mudanças de estação para perceber que "o que tem que ser tem muita força". E como fazer um detox ao guarda-roupa? Como mantê-lo, depois, organizadinho e arrumado? O que é que podemos fazer para termos gosto em nos vestirmos e arranjarmos todos os dias? O que é que podemos fazer para nos sentirmos bem ao olhar para o nosso guarda-roupa?     A ideia é não perder muito tempo a escolher a roupa que vestimos, diariamente. O nosso humor altera-se quando vestimos uma coisa e voltamos a tirar porque algo não correu bem. É terrível preparar a roupa dos filhotes e, já na hora de sair de casa, reparar que a manga comprida é, agora, quase uma meia manga...

Há quem lhe chame "casa de banho" e quem diga que é "quarto de banho". Parece que o nome "casa de banho" provém das "casinhas" que existiam antigamente no exterior (quintais ou varandas) da maioria das residências, e que, entretanto, com a invenção do sifão, puderam passar para o interior das nossas casas. Naturalmente, de casa de banho passou-se a quarto de banho, por ser mais um quarto, uma divisão da casa. Curioso, não? E, esta semana, é a este quarto que vamos dedicar a nossa atenção. Mas como é que dois metros quadrados de quarto de banho de banho, que é a nossa, podem dar tanto que falar? Pois é, mas chegámos à conclusão que dão...

Este artigo demorou algum tempo a preparar, mas está PRONTÍSSIMO a ser partilhado. No dia 1 de janeiro resolvemos pegar na máquina fotográfica, papel e caneta e fazer uma "listinha" de tudo o que precisa de ser arranjado/melhorado nesta casa. O Luke acompanhou a incursão, deitando-se em todas as camas e rebolando em todos os tapetes que encontrou...