Um dia, em casa da minha avó, resolvemos remexer a sua gaveta de naperons e, como já não os utilizava, a Mimila ofereceu-me alguns, na certeza de que eu faria bom uso deles. Na realidade, lembrei-me de que podiam ser aplicados em fronhas de almofada, tornando a minha avó sempre presente cá em casa. A minha mãe ofereceu-se para as fazer (já que o meu jeito para esta tarefa deixa muito a desejar...

Um destes dias, embora não tenha partilhado aqui, resolvi atirar-me ao closet (existe em português uma palavra para isto, que não roupeiro?). Desta tarefa saiu roupa para lavar, roupa para dar e roupa/acessórios para deitar fora. Cheguei à conclusão que partilhar o espaço da roupa de vestir com a roupa de cama e wc não me agrada. Conclusão: EME, PRECISAMOS DE UM ARMÁRIO PARA A ROUPA DE CASAaaa!!! Procurámos o armário ideal, procurámos e procurámos...

Sempre que os nossos pais, tios e amigos vêm cá a casa, já entram a perguntar: "Então, o que há de novo?" "Eh pá, isto está diferente!" - também é costume ouvirmos...

Quem disse que numa gaveta grande é muito mais fácil manter as coisas arrumadas? Pois na gaveta da roupa interior do Eme reina(va) sempre grande confusão. A culpa não é dele. As peças pequenas em espaços grandes "voam" de um lado para o outro, desdobram-se e afastam-se do seu par. Confesso que nunca me ocupei muito a resolver esta questão porque divisórias de gaveta e caixinhas para guardar coisas sempre fizeram muito mais o meu género do que o dele. Só que...

  Por mais panos e paninhos especiais que compre, nenhum bate os jornais, que continuam a ser o nosso "pano" favorito para limpar os vidros. Este papel tem uma ótima textura para remover o pó, é altamente absorvente e, como o vidro é uma superfície não porosa, a tinta do jornal não adere. Mas cuidado com o pvc, madeira ou outro material que envolve o vidro. Aí, a tinta do jornal mancha! O papel de revista não serve porque tem uma camada de verniz offset que não o deixa ser absorvente como o papel de jornal. Apesar de sermos fãs desta "ferramenta de limpeza" em vidros...

Os planos para o fim-de-semana vão sempre muito para além do tempo disponível para os concretizar. Ainda assim, não me sinto frustrada. Foram dois dias muito produtivos: almoço em família, compras para a despensa, "jeitinho" no hall de entrada, que mais parecia o Depósito dos Sapatos (implica arrumos por baixo das escadas e telheiro à entrada de casa), corri os meus primeiros 5kms, hoje de manhã - uhuuuuu! - e...