Ontem foi Dia da Mãe ♥. Nas redes sociais foram revelados os milhões de postais, desenhos, poemas e mensagens que os filhos ofereceram às suas mães. Pois, ainda na sequência do post de há uns dias, aqui está uma forma de valorizar os miminhos que as nossas crianças criam com empenho e nos entregam com carinho! Na nossa casa, entre fotografias de momentos que nos deixam felizes e obras minhas e de outros artistas que admiramos, estão as obras da Ca. Em pormenor (em baixo) pode mesmo ver-se as mais pequeninas de todas: os nossos retratos desenhados em post-it, que fez há uns anos, e que coloquei...

Este cachepot já pertenceu à mãe do Eme, veio cá para casa há uns anos e já abraçou muitos vasos com plantas diferentes. No outro dia, olhei para ele com aquele olhar de quem lhe vai dar um destino final. Achei que já tinha tido o seu papel nesta casa, estava velho e estragado - a base a soltar-se, o alumínio muito amassado...

Um dia, em casa da minha avó, resolvemos remexer a sua gaveta de naperons e, como já não os utilizava, a Mimila ofereceu-me alguns, na certeza de que eu faria bom uso deles. Na realidade, lembrei-me de que podiam ser aplicados em fronhas de almofada, tornando a minha avó sempre presente cá em casa. A minha mãe ofereceu-se para as fazer (já que o meu jeito para esta tarefa deixa muito a desejar...

Um destes dias, embora não tenha partilhado aqui, resolvi atirar-me ao closet (existe em português uma palavra para isto, que não roupeiro?). Desta tarefa saiu roupa para lavar, roupa para dar e roupa/acessórios para deitar fora. Cheguei à conclusão que partilhar o espaço da roupa de vestir com a roupa de cama e wc não me agrada. Conclusão: EME, PRECISAMOS DE UM ARMÁRIO PARA A ROUPA DE CASAaaa!!! Procurámos o armário ideal, procurámos e procurámos...

Sempre que os nossos pais, tios e amigos vêm cá a casa, já entram a perguntar: "Então, o que há de novo?" "Eh pá, isto está diferente!" - também é costume ouvirmos...

Quem disse que numa gaveta grande é muito mais fácil manter as coisas arrumadas? Pois na gaveta da roupa interior do Eme reina(va) sempre grande confusão. A culpa não é dele. As peças pequenas em espaços grandes "voam" de um lado para o outro, desdobram-se e afastam-se do seu par. Confesso que nunca me ocupei muito a resolver esta questão porque divisórias de gaveta e caixinhas para guardar coisas sempre fizeram muito mais o meu género do que o dele. Só que...