Novembro 2017

Eis aquilo que nos tirou os últimos fins-de-semana, folgas e feriados, noites e quaisquer minutos de descanso! Ora aqui está o espaço de ateliers de Halloween criado para um dos nossos clientes. Qual casa, qual remodelação ou restauro, qual quê! A nossa atenção, nos últimos tempos, foi toda para a criação e produção deste espaço muito especial...

Pois é, esta casa tem tantas melhorias para fazer que o orçamento por divisão é limitadíssimo. As obras vão sendo feitas na medida das possibilidades, mês a mês. A última remodelação, um pequeno hall entre a sala, a cozinha e o escritório, coincidiu com setembro, um mês de muitas despesas – o regresso às aulas, a compra de material escolar, a inscrição em atividades,...

Mais um Dia das Bruxas se aproxima e mais um motivo para juntar uns quantos amigos e fazer um jantarinho "simpático" para júbilo da pequenada. Há já uma série de anos que o Jantar das Bruxas, com as amigas da Cá, se faz cá em casa – foi naturalmente instituído – por isso, temos já algum traquejo nesta área. :-D Este fim-de-semana, nos nossos Workshops Pais e Filhos, no Forum Coimbra, vamos partilhar as dicas essenciais para uma boa organização de uma festa. Aproveitamos para deixar aqui um resumo, que poderá ser muito útil para o que aí vem. Como organizar uma festa Antes de mais, definir se será temática e qual o tema. Neste caso será Halloween, mas ainda se pode ir mais longe e definir o tipo de festa (assustadora, tradicional, elegante, popular,...

Normalmente não achamos certo que a nossa casa reflita o gosto de apenas um de nós, por isso temos o cuidado de reunir as opiniões, discuti-las e tomar as decisões em família, cedendo um aqui, o outro ali, ouvindo a mais pequena também, por forma a encontrar uma solução que agrade a todos. Dito assim até parece muito pacífico, mas nem sempre é tanto...

Quem nos acompanha no Instagram sabe que esta obra não começou ontem. Mesmo tratando-se de uma área mínima, este espaço não foi tão fácil quanto parece. Da discussão entre "rosa" e "nude" à decoração final, houve que ultrapassar muitas dúvidas e tomar decisões difíceis, mas o resultado aí está: o nosso novo nude e bohemian hall!     Um espaço com quatro paredes, quatro portas e sujeito a quatro pontos de vista diferentes (saindo da cozinha, saindo da sala, da casa de banho ou do escritório). Hoje, deixamo-vos, sobretudo, com as imagens. Nos próximos dias, desenvolveremos todo o processo (que ainda não acabou).       A nossa intenção foi, à semelhança do que aconteceu na sala, misturar um pouco do estilo boémio com o industrial. Este cato já está há mais de 10 anos connosco. Veio de umas férias no sul de Espanha, de Cabo de Gata, um local muito especial para nós e onde gostamos sempre de voltar! Temos, por isso, uma grande afeição a esta peça, que já passou por muito. Neste momento, já nem se mantinha de pé. Demos-lhe um banho, pusemo-lo a secar bem ao sol, abrimo-lo pela base (que se estava a desfazer), retirámos a madeira apodrecida, colocámos uma nova base, "aparámos-lhe os bigodes", cosêmo-lo...

As temperaturas já começaram a descer e parece que para a semana já temos chuva. Está na hora de nova volta aos roupeiros – descartar o que já não serve, já não usamos ou está estragado ou velho, lavar e arrumar o que não se adequa à estação e recuperar o que vamos querer usar nos próximos tempos. Este fim de semana, no Forum Coimbra, os nossos workshops vão dedicar-se à roupa. Pais e filhos vão aprender dobras básicas e levar para casa algumas dicas de como manter um roupeiro funcional. Podemos já adiantar algumas:       Um roupeiro funcional é um roupeiro harmonioso e prático! É importante que toda a roupa esteja visível e acessível. O que não é visto não é usado! Destralhar é uma tarefa que se faz com frequência. Pelo menos, uma vez por estação. Colocar toda a roupa em uso na zona mais acessível do armário. Roupa de tamanhos maiores (herdada de irmãos e primos) separada em caixas etiquetadas por idades, na parte mais alta do roupeiro. Usar cabides todos iguais e sempre virados para o mesmo lado. Colocar apenas uma peça por cabide. Separar a roupa por cor, da mais escura para a mais clara. Usar produtos organizadores (caixas de sapatos, embalagens de plástico, cestos,...

Que são inúmeras as vantagens de comprar produtos IKEA já todos sabemos, mas uma das maiores é o facto de muito simplesmente conseguirmos substituir pequenas peças que se estragam ou perdem. Já não é a primeira vez que nos dirigimos ao balcão de apoio ao cliente para solicitar uma peça que necessita de substituição. Foi o caso da nossa sapateira Hemnes. Já percebemos que as peças de plástico onde encaixam as gavetas não têm grande durabilidade.e isso poderia ser um problema, não fosse a Ikea garantir a sua substituição de uma forma muito simples. Bastou dirigirmo-nos à loja, indicar a peça e, com o código respetivo (inscrito nas instruções de montagem), encomendar para a nossa morada. Em poucos dias as peças estavam nas nossas mãos e das nossas mãos saltaram para o móvel, que está novamente funcional.     Sabiam disto? Informação preciosa, não? Carlota [contact-form][contact-field label="Nome" type="name" required="true" /][contact-field label="Email" type="email" required="true" /][contact-field label="Website" type="url" /][contact-field label="Mensagem" type="textarea" /][/contact-form]   SaveSave...